NOITE DE SÁBADO NA MANSÃO...


Sábado á noite...
Noite quente mas estranha!
Da janela entra o odor da terra...Ameaça chover!
O mordomo repousa no sofá.
Foi dia de limpezas...
                                                
Marta tinha passado o dia a limpar o pó que se acumulou
durante esta longa ausência.
Enquanto limpava,as suas lembranças iam sempre dar aos momentos
de loucura que tanto a excitavam...
                                                  
Também estava cansada...
Deitada na sua cama, recordava os momentos
mais intimos que já passara na mansão...

                                                                  
E quase sem dar por isso, os seus dedos acariciavam os seus belos seios...
De olhos fechados, acariciava a pele sedosa e macia.
Sentia-se quente...com desejo...
O seu sexo quente e humido queria mais que os seus dedos.
Com um sorriso, levantou-se abriu a gaveta do camiseiro e agarrou
deliciada na sua ultima compra antes de regressar á Mansão: um vibrador!!
Deitada sobre a cama foi passando ligeiramente aquele trepidante objecto
pelos mamilos, lentamente,passando a percorrer a totalidade dos seios...
Arrepiava-se completamente...
Desce o vibrador pelo ventre...solta um pequeno gemido.
Aquele vibrador estava a deixá-la cheia de tesão...

                                                                  
Completamente deliciada, ora roçava o clitórios,ora introduzia o vibrador
na sua vagina molhada e quente.
Entre um esboçar de um sorriso e um pequeno gemido, pensava que tinha sido
uma boa ideia comprar o vibrador.
Estava Marta entretida a pensar e a dar asas á sua imaginaçao, quando de repente
olha para a porta e vê o Mordomo, que sorria para ela...
-Estou encantado a ver-te e ao teu novo brinquedo.
Vejo que estás completamente perdida de desejo!!
-Simmmmmmmm.....disse Marta.
Não queres dar-me antes o teu pau ??
Tenho saudades dele na minha boca...
E...tão depressa o disse, como abocanhou o sexo do Mordomo, que de estar a
observá-la, estava completamente excitado.

                                                                     
Passava os lábios humidos ,seguidos daquela lingua extremamente provocante,
sugando aquele pau.
No entanto, os seus gemidos aumentavam de intensidade e volume...
Tinha continuadoa roçar o vibrador no clitóris.
As mãos do mordomo sentiam os seus bicos das mamas duros..
-Chupa-me as mamas,disse Marta ...
E atirando o mordomo para cima da cama, montou-o ,com vontade de um lindo orgasmo.
As maos do mordomo apalpam o seu rabo...as mamas eram deliciosamente lambidas, beijadas...
Cada vez mas rápida nos seus movimentos, nos gemidos,Marta sabia que não demoraria muito a vir-se.
-Anda meu querido...fode-me. Fode-me com força...
E com toda aquela vontade, veio-se num gemido que não conteve...
No entanto queria mais.
Saiu de cima do mordomo e colocando-se de joelhos na cama,disse:
-Quero o teu caralho no meu rabo. Dá-mo!!!


O mordomo sorriu...
Assim que ouviu de novo aquele som do vibrador, deduziu que Marta queria
ser penetrada duplamente.
E com extrema doçura, devagar, primeiro roçando, depois metendo o seu pau duro
no rabo de Marta, sabia que ela estava a ter um prazer descomunal pela intensidade dos gemidos.
-Fode-me...dá-mo querido...
Agarrada pela cintura, sentia também o vibrador entrar mais a cada investida do Mordomo.


E passado pouco tempo, sentiu o prazer do mordomo explodir nas suas costas.
...,Hummm, que bom..
E não aguentando mais, agarrou ainda com mais força no vibrador,
só o largando quando se veio completamente louca...
Noite de sábado na mansão...
Posted on segunda-feira, agosto 22, 2011 by C.S. and filed under | 3 Comments »

3 comentários:

Escarlatte disse... @ 11 de outubro de 2011 às 20:39

Delicia de mordomo sortudo.

C.S. disse... @ 3 de novembro de 2011 às 23:29

Bigado Escarlatte pela visitinha e comentário...
C.S.

AnaPapoila disse... @ 20 de maio de 2012 às 18:20

Hummmmmmmmmmmmmmmmmmm.... valeu a pena vir ver....
Beijo macio